PERFIL
08/08/2017
Antonio Corin, pai do Gabriel e da Luiza

asci na pampa azulada e da minha terra eu sou peão
Estampa de índio campeiro que foi criado em galpão
Gosto do cheiro do campo e do sabor do chimarrão
E de dobrar boi brabo a pealo nos dias de marcação...

O dia em que eu não puder aguentar mais o repuxo
Talvez o rio grande diga lá se foi mais um gaúcho
Mas enquanto eu tiver força laço domo e tranço ferro
E na invernada do mundo mais um rodeio eu encerro...

Através destes versos da música "Criado em galpão" do grupo Os Serranos,  imagino um pouco da tua história.
Uma pessoa simples, honesta, trabalhadora e de muito bom coração.
Um homem de ideais, de idéias e principalmente de ação.
Um pai zeloso e carinhoso com os filhos, buscando sempre indicar o melhor caminho.
Faltariam palavras para enumerar qualidades e feitos de profissionalismo, competência e dedicação as causas que acredita.
Parabéns pela linda homenagem de teus filhos, Gabriel, Luiza e da tua amada Marlise.

 

 















 

Table 'jjbetimc_sitiojj.contador' doesn't exist